CENTRO DE REABILITAÇÃO NEURONAL

As doenças neurodegenerativas - exemplo Parkinson, Alzheimer, Huntington, Epilepsia, Esclerose Múltipla, entre outras - afectam pessoas de todas as idades e resultam da degeneração progressiva e/ou morte de neurónios, as células responsáveis pelas funções do sistema central nervoso. 


Os doentes com estas patologias tendem, ao longo do tempo, a sofrer de problemas motores, fisiológicos, cognitivos e sensoriais que afectam gravemente a sua vida profissional, social e familiar, visto que a doença os pode levar a uma incapacidade total para exercerem qualquer tipo de actividade quotidiana.

Com a descoberta da neuroplasticidade, hoje sabe-se que há uma tentativa de regeneração das funções perdidas, principalmente, no fortalecimento de funções similares às originais, sempre que exista uma estimulação adequada. Renasce assim a esperança de procurar uma vida normal, apesar da doença.


E é nesse intuito, de aumentar a qualidade de vida destes pacientes, que nasce o Centro de Reabilitação Neuronal (CRN), com a clara missão de melhorar a vida dos pacientes com doenças neurodegenerativas.

O CRN, que funciona como um campo de treino que ajuda na gestão da doença, evitando que estes pacientes caiam na armadilha de pensar que o tratamento se resume a tomar medicação. Os utentes trabalharão a estimulação física, cognitiva e sensorial, com o objectivo de desacelerar a progressão da doença.

Terapia Senior

O QUE FAZEMOS... E COMO FAZEMOS...

Doutor e paciente

Diagnóstico

Lidar com o diagnostico, imaginando o futuro, não é fácil tanto para os doentes como cuidadores.

Aqui, aprenderão a lidar com o trauma psicológico do diagnostico e a trabalhar por um futuro melhor.

poder Caminhada

Programa Físico

Actividade física aumenta a capacidade do cérebro de se adaptar e criar novas conexões, melhora a secreção do factor neurotrófico cerebral, beneficiando os processos cognitivos complexos ou funções executivas, tais como a memória e a atenção.

Scans análise

Análise

Análise do seu estado físico, cognitivo e sensorial é muito importante, para que os programas desenvolvidos estejam adequados.

Casal de idosos feliz.

Programa Cognitivo

Realizarão exercícios que estimulam habilidades cognitivas como atenção, memória, linguagem, funções executivas, percepção, etc, com o objectivo de manter/melhorar as funções cerebrais.

Séniores felizes que levantam as mãos

Integração

Fazendo parte de um grupo, sentir-se-ão mais protegidos e ajudar-se-ão mutuamente a ter força de vontade.

Plantando uma planta

Programa Sensorial

A integração sensorial é a capacidade de assimilar e dar sentido às informações fornecidas por todas as sensações que vêm do corpo e do mundo exterior. Esta contribui para a nossa capacidade de interagir socialmente, desenvolver o controle motor e aprender.